©Jean-Sébastien Evrard - CASTELO DE BRISSAC ©Château de Brissac - CASTELO DE BRISSAC ©Château de Brissac - CASTELO DE BRISSAC ©Château de Brissac - CASTELO DE BRISSAC ©Château de Brissac - CASTELO DE BRISSAC ©Château de Brissac - CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC
CASTELO DE BRISSAC

A partir dos vastos gramados de seu parque de tons românticos as fachadas de Brissac elevam sua surpreendente arquitetura. As torres maciças e as bases fortificadas, relíquias de tempos feudais, encerram um edifício clássico para fornecer o sol nascente a graciosa assimetria de suas fachadas monumentais. Brissac é também a história de uma família que nunca deixou sua terra de Anjou. Desde René de Cossé, o primeiro senhor do local, logo no início do século XVI sucederam-se aqui mais de 20 gerações unidas para proteger e embelezar, decorar e colecionar. Agora, é a casa do 13º duque de Brissac

IMPERDÍVEIS

O parque romântico

Este parque de inspiração extremamente romântica oferece aos que passeiam muitas caminhadas que convidam à contemplação do monumento. Poeticamente chamado, caminho do mausoléu, cachoeira Jeanne Say, casa do jardineiro ou vinha dos cinco séculos, cada um destes passeios evoca memórias daqueles que amavam estes lugares ao longo dos séculos.  

Saiba mais

IMPERDÍVEIS

Os vinhos da propriedade

Os vinhedos do castelo, fiéis à tradição do vinho do sei terroir angevino, traz à maturidade uma fruta saborosa e luminosa, o Roséd'Anjou . Apresentado em degustação nas adegas pavimentadas, ele permite que cada visitante leve uma lembrança viva e amigável no Vale do Loire. Encantadora aldeia construída sobre uma encosta que domina a igreja de St. Vincent - Patrono dos viticultores - Brissac oferece a tranqüilidade das suas ruas antigas, de seus pomares e de suas casas de calcário. A pitoresca descida em laços da rua principal, conduz à entrada do parque como um lugar natural próximo e protetor que une a história de uma cidade com a do seu castelo.

Saiba mais

TESOUROS ESCONDIDOS

A água subterrânea

Com 250 metros de comprimento, esta engenhosas obra civil tornava possível desviar as águas do rio Aubance em caso de enchentes, uma vez que ele passa pelo parque, para evitar que nossas terras fossem inundadas. Habilmente destacada sua abóboda de xisto reflete-se, intacta, na água do seu canal de ardósia.

Saiba mais

TESOUROS ESCONDIDOS

A sala de ópera

Que surpresa quando o visitante empurra uma porta e entra no teatro de Brissac ! Nascido do sonho ambicioso de Jeanne Say - Marquesa de Brissac - esta sala de espetáculos dedicada à ópera acolheu de 1890 a 1916, um festival lírico. A própria castelã, soprano talentosa acolheu no lugar toda Paris artística e mundana.

Saiba mais